Xantar volta ao palco da Gastronomia em Ourense

 

Depois da interrupção no ano passado devido à Covid, o Xantar regressou a Ourense com as limitações impostas pela pandemia. A 22ª edição do salão gastronómico surgiu com novo diretor. Chama-se Rogelio Martínez, foi Delegado da Junta da Galiza na Província de Ourense, Alcaide de Arnoia e, entre outros cargos políticos que ocupou, foi também Delegado Territorial da Junta da Galiza.

As restrições travaram a presença de restaurantes portugueses, mas os municípios marcaram o ponto, como habitualmente, promovendo a gastronomia e o turismo junto de um público diversificado que visita o Xantar. O concelho de Felgueiras esteve em destaque pelo famoso pão de ló e a animação com música tradicional.

Uma carateríscas deste salão gastronómico é a apresentação de novidades e experiencias culinárias. Neste caso, uma empresa galega apresentou em Ourense o resultado de um produto confecionado no forno, situado entre a empada e o hambúrguer, em formato de um boné, batizado na Galiza como Boina do Pobo.

O Município de Esposende, que desde há muito tempo se tornou expositor fiel do Xantar, também apresentou a sua mais recente iguaria alusiva ao Caminho Português do da Costa, a propósito da comemoração do Ano Santo Jacobeu.

A louça preta de Bisalhães, o património edificado e a gastronomia da 7 Maravilhas são motivos para um projeto de candidatura de Vila Real a Capital Europeia da Cultura 2027.

Chefs de renome Têm sempre no Xantar uma oportunidade para darem a conhecer as suas habilidades gastronómicas, em defesa da autenticidade dos produtos locais e da comida saudável.

Presidiu à cerimónia do primeiro dia do Xantar o Vice-presidente Junta da Galiza e Conselheiro da Justiça e Turismo, Alfonso Rueda.


Ver mais...